11/09/2010 O assustador teatro Royal Haymarket


O Royal Opera House é uma casa de ópera e principal casa de espetáculos no distrito de Covent Garden, em Londres, uma das mais importantes do mundo. O edifício maior, comumente chamado apenas de Covent Garden, é a sede da Royal Opera, do Royal Ballet e da orquestra da ópera Real.
O edifício atual é o terceiro teatro erguido no local. A fachada, o foyer e o auditório datam de 1858, mas quase todos os outros elementos do atual complexo datam de uma extensa reconstrução efetuada nos anos 90 do século XX. O Royal Opera House comporta 2.268 pessoas e possui quatro fileiras de boxes e balcões, e a galeria do anfiteatro. O proscênio possui 12,20 m de largura e 14,80 m de altura.

Mesmo com essa estrutura o Teatro Royal Haymarket desde de 1720 tem a fama de ser assombrado pelo dramaturgo e ator cômico John Baldwin Buckstone (nascido em 14 setembro, 1802 - morreu em 31 de outubro de 1879). Em 2009, estrelando uma peça de teatro com Sir Ian McKellen (Gandalf, do Senhor dos Anéis) na peça que se chama "Waiting for Godot ", Sir Patrick Stewart relatou ter visto aparições de Buckstone.
Sir Patrick Stewart (nascido em 13 de julho de 1940, Mirfield, West Yorkshire) é um dos atores mais amados da Grã-Bretanha,tanto na televisão como no teatro, conhecido mundialmente por interpretar o capitão Jean-Luc Picard em Star Trek The Next Generation e professor Charles Xavier no X-men. Em 25 de Agosto de 2009, o Daily Telegraph publicou um artigo de Stephen Adams intitulado de "Patrick Stewart viu fantasmas quando realizava a peça "Esperando Godot", que descreve a experiência.
Patrick Stewart disse aos colegas atores que viu um fantasma que tem a fama de assombrar um dos teatros os mais mal assombrados da Grã-Bretanha.

Ele viu a aparição, enquanto espera pela realização da peça.

Ele acredita que viu o fantasma de John Baldwin Buckstone, que foi ator e diretor do Teatro Real de Haymarket, em meados do século 19 e um amigo de Charles Dickens.
Após a vinda do palco para o intervalo, Stewart disse a sua co-estrela que viu um homem nos bastidores vestindo o que parecia ser um casaco bege e calça de sarja.

Sir Ian lhe perguntou: "O que aconteceu?"

"Eu vi um fantasma. No palco, durante o ato," Stewart respondeu.

O episódio foi narrado em um documentário sobre o Teatro Royal Haymarket, produzido pelo canal de televisão Sky Arts.

No entanto, parece que o cameramen não conseguiu captar imagens de um fantasma em si.

Stephen Adams em seu artigo também citou o diretor do Teatro de Nigel Everett que Também teria tido avistamentos anteriormente.

"Patrick disse-nos tudo sobre ele. Ele estava atordoado. Eu não diria com medo, mas eu diria que impressionado."

Aparições de Buckstone não eram tão frequentes assim, o Sr. Everett disse, que a última das aparições que foram a cerca de três ou quatro anos atrás.

"O fantasma tende a aparecer quando uma comédia está sendo apresentada."

Embora ele disse que não considerou a peça "Esperando Godot" de ser uma comédia, ele pensou que a sua produção teve aspectos cômicos.

"Eu acho que Buckstone aparece quando ele aprecia as coisas", acrescentou. "Nós vemos isso como uma coisa positiva."

Buckstone nasceu em Hoxton, Londres, em 14 de setembro de 1802 e depois de passar alguns de seus primeiros anos como aprendiz em uma embarcação da Marinha, e estudou direito.

Ele teve uma longa associação com o Teatro de Haymarket, sua primeira aparição no palco, em 1833, seguido de cinco anos escrevendo uma peça para o seu público e ainda atuar em no palco. Ele voltou para o Teatro Haymarket novamente em 1840 e em 1848, antes de voltar Benjamin Webster o nomeou como gerente do Teatro em 1853, um cargo que ocupou até 1877.

Em 1854, seu noivo da atriz Fanny Fitzwilliam chlorea morreu pouco antes de seu dia do seu casamento. Buckstone se casou com Isabella Copeland, irmã Fanny. Buckstone John Baldwin morreu em casa na Baixa Sydenham em 31 de outubro de 1879 após vários anos de problemas de saúde.
Digg it StumbleUpon del.icio.us

0 comentários:

Postar um comentário

 
Melhor visualização no navegador Google chrome