30/06/2011 Caboclo d’Água o monstro que assusta minas gerais

Boa noite Amigos leitores.
Recebi um Email do meu amigo : Rodrigo Arruda Com uma noticia muito interessante.
Trata-se de uma lenda local antiga,mas que teve repercursão essa semana por todo o Brasil.

Uma mistura de macaco, lagartixa e galinha. Aparece nos meses quentes do ano, sempre no fim de tarde, por volta das 17 horas. Fica próximo da margem do Rio Carmo (foto abaixo), que atravessa as cidades mineiras de Mariana, Acaiaca e Barra Longa. Ataca o gado e, nos últimos tempos, até seres humanos. Essa é a descrição do Caboclo d’Água dada pela população das redondezas.


Muitas pessoas afirmaram ver o tal "monstro" e devido o aumento de "causos", o jornal elaborou um “retrato falado” do bicho, também conhecido como Nego d’Água. Santos e Milton Brigolini Neme, professor da Universidade Federal de Ouro Preto, fundaram a Associação de Caçadores de Monstros e Assombrações em 2009.

O objetivo deles é verificar a existência de seres incomuns que aparecem nas histórias contadas no interior. Além do Caboclo d’Água, o maior caso, existem outros 32 mistérios em estudo, como a Mãe do Ouro, que espantou garimpeiros no bairro de Bento Rodrigues ao rodopiar com uma luz brilhante; ou o Lobisomem do Pezão, lobo que até hoje não atacou ninguém, mas assusta com pegadas gigantes deixadas na terra.

A associação, que já tem cerca de quarenta membros, usa equipamentos eletrônicos, como GPS e câmeras automáticas. Com isso, já derrubaram o mito de que uma casa na região era assombrada. O proprietário escutava som de passos, mas eram apenas gases que se desprendiam do terreno pantanoso e faziam a madeira estalar. “Queremos checar tudo de maneira científica”, diz Santos. “É muito fácil culpar o sobrenatural por coisas que não compreendemos”. Para ele, o Caboclo d’Água pode ser um mutante de alguma espécie animal da região.

Tentando desmistificar o assunto, o professor Neme decidiu oferecer há quatro anos uma recompensa de 10 mil reais a qualquer um que consiga fotografar a criatura. A associação oferece os dados de localização já coletados e até mesmo transporte até os equipamentos onde montam vigia. Até agora, ninguém conseguiu.
Digg it StumbleUpon del.icio.us

6 comentários:

Victor Hugo disse...

Etaa se aparece um bixo desse na minha frente eu ja deito no chão pra adiantar o velório ....

Anônimo disse...

quando pegaren o que iran fazer com ele.

TrevinDs disse...

Bom com certeza alguns estudos.. Mas isso se realmente "PEGAREM"

Anônimo disse...

Que coisa louca! isso é tudo conversa fiáda pra boi dormir. Você acredita nisso? bobão.

UM CERTO SER disse...

Eu vi um Caboclo D'água no Rio São Francisco.
Fiz uma viagem com ele numa canoinha de madeira que eu tinha na época, viagem e tanto.
Esqueci de fotografá-lo, más retratei-o.
Ver no livro UM CERTO SER, Editora Scortecci 2009.
Grato.
Giovanni de Paulo

jose carlos disse...

tudo mentira coversa fiada só um bobo para acreditar nisto?

Postar um comentário

 
Melhor visualização no navegador Google chrome