08/03/2010 Lenda Indio Guairacá do Paraná


Lenda do Índio Guairacá de Guarapuava Na época do Brasil Colônia o rei da Espanha mandou, para o Sul do nosso país, Don Alvar Nuñez Cabeça de Vaca que fundou a Província de Vera abrangendo Santa Catarina até o Rio Iguaçu que envolvia as terras de Guarapuava. Com o objetivo de explorar o local os espanhóis fundaram vilas perto dos rios Piquiri e Paraná. Assim eles resolveram escravizar os índios, da região, que eram chefiados pelo cacique Guairacá, que significa lobo mágico dos campos e das águas na língua Tupi-Guarani. Este indígena ao saber da situação pediu conselhos ao pajé da tribo. Assim o feiticeiro envolveu este guerreiro num ritual sagrado, onde ele invocou os deuses e fechou o corpo de Guairacá para que ele não morresse de verdade. Porém isto teria uma conseqüência: o espírito do cacique viraria fantasma, mesmo depois do falecimento do seu corpo. Mesmo com esta condição o guerreiro aceitou participar do ritual. Então após esta magia, o cacique reuniu os outros índios para lutarem contra os invasores brancos. Reza a lenda que Guairacá morreu nesta batalha. Mas, depois da sua morte, seu espírito saiu do corpo na frente de todo mundo e continuou a comandar a guerra. Conta o mito que, naquela mesma época, as mulheres dos índios que partiram para a briga se reuniram, num buraco a céu aberto, para chorar as dores causadas pela luta. Destas lágrimas nasceu uma lagoa, que foi batizada de Lagoa das Lágrimas. Muitos anos depois foi construída, em Guarapuava, a estátua do índio Guairacá, que mede dois metros de altura. Algumas pessoas dizem que nas noites de Lua cheia esta imagem cria vida e sai pelas ruas da cidade
Digg it StumbleUpon del.icio.us

1 comentários:

Postar um comentário

 
Melhor visualização no navegador Google chrome