16/12/2012 Insanas Paranoias de uma Mente Doentia

 Esta é sua ultima chance.
 Seja o que for que trouxe você até aqui, não importa onde, como ou de que maneira você encontrou estas palavras, esta é sua ultima chance de voltar atras. Jogue a revista no picador de papel. Feche o livro e devolva-o á estante. Desconecte-se e apague o histórico do navegador. Faça isso e talvez - talvez- você consiga voltar a vida que costumava levar. Não posso garantir nada. Mas posso garantir que, se não parar agora, se não desistir da ideia de ver coisas que não deveria ver e descobrir aquilo que não deveria saber, você estar fadado a chegar a um ponto sem volta. E isso vai acontecer mais cedo do que imagina.
 Ai você não conseguirá viver no mesmo mundo que as outras pessoas. É isso o que você vai querer - e só Deus sabe quanto -, mas não sera possível.

 Ultimo aviso.
 Tudo bem.
 Você não deu ouvidos então vamos logo ao assunto.
 Se chegou até aqui, é bem provável que algo tenha acontecido com você recentemente. Alguma coisa removeu o véu que cobria seus olhos só por alguns momentos, e agora você quer saber mais. Se está determinado a meter o nariz onde não é chamado, tenho basicamente duas coisas a dizer. A Primeira é algo que você já sabe. Algo que sempre soube a vida inteira, algo que todos nos sabemos, mas não queremos admitir.

 Não estamos sós.
 Você já sabia disso quando era criança. Não é? Sentia a presença deles em seu quarto, altas horas da noite. Você os via com o canto do olho pouco antes de adormecer.
 Todas as culturas Humanas sabem a verdade, sabem que outras criaturas dividem o mundo conosco, outras inteligencias, outros "seres". Eles tem milhares de nomes: Espíritos, deuses, anjos, demônios, fadas, fantasmas, assombrações, santos, arcontes, mágicos e monstros. Toda sociedade humana, desdo o surgimento do Homem, insiste na existência de coisas que nos fazer companhia, essas coisas que tem seus próprios planos, coisas que não tem o menor receio de fazer valer sua vontade quando cruzamos o seu caminho. Ate mesmo a Bíblia as menciona ao falar de gigantes que caminhavam pela terra, anjos encontrados nas estradas e bruxas nas cavernas. E você sabia que dezenas de pinturas renascentistas hoje expostas no Louvre mostram objetos ovais e metálicos pairando nos Céus da Itália?
 Foi só recentemente que nós, seres humanos - ao menos aqueles que vivem em países industrializados e "modernos" -, decidimos que somos os únicos no topo da cadeia alimentar. Só agora decidimos que seculos de conhecimento devem ser ignorados, desacreditados ou ridicularizados. Mas, por mais que tentemos, a verdade dá sempre um jeito de aparecer. Foi o que descobriram os habitantes de Point Pleasent, Virginia Ocidental, Estados Unidos. Em 1966, sua provação teve inicio com a aparição de uma enorme criatura humanoide, de olhos brilhantes e asas de inseto. No decorrer de um ano, centenas de pessoas afirmaram ter visto o chamado "Homem Mariposa", testemunhas normais e fidedignas que nunca antes haviam feito alegações absurdas.
 Existem no mundo todo incontáveis relatos de criaturas com características de homens e aves, dos anjos bíblicos ao kikiyaon, ou "canibal espiritual", cuja captura foi relatada por exploradores europeus na Gâmbia já em 1939. A primeira vista, é uma tentação inserir o Homem Mariposa nessa categoria, como algum tipo de criatura sobrenatural ou animal desconhecido. Mas o que fazer das luzes no céu de Point Pleasent, mais uma vez relatadas por diversas testemunhas durante todo o ano de 1966? Ou das historias de estranhos "homens de preto" que apareciam na cidade a as vezes alertavam os moradores e os jornalistas para não comentarem as coisas esquisitas que viam?  E do comportamento estapafúrdio desses forasteiros: os sotaques bizarros, as vozes melodiosas, a falta de familiaridade com expressões comuns ou objetos corriqueiros como canetas e garfos? É quase como se duas ou trés historias diferentes convergissem e se misturassem em point Pleasent, impossibilitando uma unica explicação...
 O homem mariposa é um produto da histeria coletiva, mas por algum motivo deixa provas físicas no mundo real. O homem mariposa é uma experiencias secreta do governo com tecnologia avançada, mas os agentes enviados para abafar o caso tem sotaques bizarros e nenhum traquejo social. O homem mariposa é um extraterrestre, mas os alienígenas capazes de viajar pelo espaço não conseguem entender que eles parecem esquisitos para os seres humanos comuns. É só escolher. Quanto mais você refletir sobre o assunto, mais se dará conta que as peças do quebra-cabeças não se encaixam. Quanto mais peças você encontrar, menos sentido fara o quebra-cabeças.
 Cheguei á conclusão de que não existem respostas. Somente mais perguntas. Descobrir a verdade não é um objetivo razoável. O melhor que se pode esperar é ter uma ideia de o quanto não se sabe. e esta é a segunda coisa que tenho a lhe dizer. Você acha que esta em busca de verdade ocultas. Mas você nunca encontrar a verdade. Nunca. Cada Mistério simplesmente levara a outros tantos. É um labirinto sem saída, e a porta pela qual você entrou já não esta mais la. isso contraria todos os instintos do cérebro humano, mas, se quiser sobreviver, você terá de aceitar o fato de que todas as suas perguntas, investigações e tentativas de encontrar sentido nas coisas estão fadadas ao fracasso. O melhor que se pode esperar é registrar o máximo de minucias e admirar-se com elas.
 Cada sombra só faz esconder outras Sombras.


Trecho retirado de "Um estranho numa terra estranha", Revista Tempos Extraordinários, julho de 1999, de autoria de "Jack Bleak", Jornalista Underground.

 O tema e o Tom
 A maioria das coisas "sobrenaturais" estão somente alem da compreensão humana... Eu também não acredito nisso, mas eu conheço muitas historias. . .
Digg it StumbleUpon del.icio.us

1 comentários:

TrevinDs disse...

Parabens Man otimo começo :)

Postar um comentário

 
Melhor visualização no navegador Google chrome